Entidades que representam agroindústrias doam mil cestas básicas

MB Comunicação

As entidades de representação da agroindústria catarinense – Sindicato da Indústria de Carnes e Derivados no Estado de Santa Catarina (SINDICARNE), Associação Catarinense de Avicultura (ACAV) e Associação da indústria de Carnes e Derivados no Estado de Santa Catarina (AINCADESC) – doaram mil cestas básicas para o Programa Agro Fraterno.

O Agro Fraterno – programa nacional que foca na doação de alimentos às famílias do meio rural afetadas pela pandemia – foi lançado e implementado no mês de agosto, beneficiando famílias em linha de pobreza do meio rural, segundo números do CadÚnico. Em atos públicos, que reuniram autoridades locais e do Estado, foram entregues cestas básicas, de 15 kg cada, para centenas famílias. As entregas foram acompanhadas por representantes do SINDICARNE, da ACAV, da AINCADESC e do SENAR/SC.

O diretor executivo das três entidades, Jorge Luiz de Lima, destacou que o movimento foi criado neste ano em Brasília pelas entidades do setor e destacou que, apesar das dificuldades, o agronegócio não parou. “O agro continuou produzindo alimentos e alavancando a economia de Santa Catarina e do País. O Agro Fraterno é uma importante união de forças entre as entidades do agronegócio e uma medida essencial para auxiliar famílias rurais que passam por dificuldades e precisam desse apoio”.

Ao todo, foram disponibilizadas 10 mil cestas básicas aos municípios do Estado. Elas foram entregues em Abelardo Luz, Entre Rios, Chapecó, Ipuaçu, Anita Garibaldi, Bela Vista do Toldo, Monte Castelo, Timbó Grande, Imaruí e Canelinha. Outras mil cestas básicas para Canoinhas, Mafra, Itaiópolis, Ipumirim, Concórdia, Seara, José Boiteux, Vitor Meirelles e Petrolândia.

O Agro Fraterno foi criado pela Confederação Nacional da Agricultura (CNA), juntamente com o SENAR, a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e as entidades do Instituto Pensar Agro (IPA).

Em Santa Catarina, a ação é do Sistema FAESC/SENAR/SC (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural e Federação da Agricultura e Pecuária do Estado), em parceria com as entidades e organizações que fazem parte do Fórum Permanente do Agro Catarinense: SINDICARNE, ACAV, AINCADESC, Organização das Cooperativas (OCESC), Federação dos Trabalhadores na Agricultura (FETAESC), Federação das Cooperativas Agropecuárias (FECOAGRO), EPAGRI e Secretaria de Estado da Agricultura da Pesca e do Desenvolvimento Rural. A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social apoiou com a logística de entrega e seleção dos beneficiários.