Sindicarne - Florianópolis
INDÚSTRIAS DE PRODUÇÃO E TRANSFORMAÇÃO EM PROTEÍNA ANIMAL
10/07/2018
Suinocultura
Milho: De olho na safra dos EUA, mercado testa leves desvalorizações na manhã desta 3ª na CBOT
Pelo segundo dia consecutivo, os futuros do milho negociados na Bolsa de Chicago (CBOT) operam em queda

Notícias Agrícolas

Pelo segundo dia consecutivo, os futuros do milho negociados na Bolsa de Chicago (CBOT) operam em queda. Nesta terça-feira (10), perto das 7h59 (horário de Brasília), os principais vencimentos do cereal exibiam leves perdas, entre 1,00 e 2,75 pontos, com o julho/18 a US$ 3,44 por bushel. O setembro/18 operava a US$ 3,51 por bushel, enquanto o dezembro/18 trabalhava a US$ 3,64 por bushel.

O mercado dá continuidade ao movimento negativo iniciado no dia anterior. As atenções dos participantes do mercado permanecem voltadas ao comportamento do clima no Meio-Oeste. Mapas voltaram a mostrar um alívio nas temperaturas mais altas previstas para o cinturão de produção no país.

Ainda ontem, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) destacou que 75% das lavouras do cereal apresentavam boas ou excelentes condições, até o último domingo. O índice ficou abaixo do destacado na semana anterior, de 76%.

No boletim, o órgão também indicou que em torno de 18% das plantações apresentam condições regulares e 7% estão em condições ruins ou muito ruins. 37% das plantações estão em fase de embonecamento, contra a média dos últimos cinco anos, de 18%.

Além disso, os investidores também já se preparam para o próximo relatório de oferta e demanda do USDA, que será reportado na quinta-feira (12). Do mesmo modo, a guerra comercial entre os EUA e a China seguem no radar dos participantes do mercado.

Tags: