Sindicarne - Florianópolis
INDÚSTRIAS DE PRODUÇÃO E TRANSFORMAÇÃO EM PROTEÍNA ANIMAL
09/02/2018
IBGE projeta queda de 6% na safra deste ano
A primeira estimativa de 2018 para a safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas totalizou 226,1 milhões de toneladas, resultado 6,0% inferior ao obtido em 2017

Avicultura Industrial

A primeira estimativa de 2018 para a safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas totalizou 226,1 milhões de toneladas, resultado 6,0% inferior ao obtido em 2017 (240,6 milhões de toneladas), representando uma redução de 14,5 milhões de toneladas. A previsão do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) foi divulgada nesta quinta-feira (08/02) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em relação ao 3º prognóstico da safra 2018, divulgado em janeiro (224,3 milhões de toneladas), a estimativa da produção aumentou 0,8%. Arroz, milho e soja, os três principais produtos deste grupo, somados, representaram 92,8% da estimativa da produção e respondem por 86,8% da área a ser colhida, informou a Agência de Notícias do IBGE.

Milho

A produção está estimada em 85,8 milhões de toneladas, 13,8% menor que a do ano passado. A queda das cotações do grão serviu como desestimulo ao plantio e à compra de insumos, o que pode comprometer a produtividade em diversas regiões. Estima-se que a área plantada e a ser colhida no país seja próxima a 16,6 milhões de hectares, redução de 7,9% e 7,1%, respectivamente, quando comparada com 2017. A primeira safra deve contribuir com 26,5 milhões de toneladas, 30,9% do total a ser produzido ao longo do ano. A área plantada e a área a ser colhida foram estimadas em 5,3 milhões de hectares, nessa mesma ordem, apresentando reduções de 6,8% e 5,2%. A produção de milho de segunda safra foi estimada em 59,3 milhões de toneladas, 13,4% abaixo do obtido no ano anterior. As estimativas apontam uma área plantada de 11,3 milhões de hectares e um rendimento médio 5.246 kg/ha, respectivamente, reduções de 8,4% e 6,0%. O atraso das chuvas no segundo semestre de 2017 ocasionou a prorrogação do plantio da soja e reduziu o período para a produção do milho segunda safra.

Soja (em grão)

A primeira estimativa de produção para 2018 totalizou 112,4 milhões de toneladas, redução de 2,2% em relação à safra de 2017. Apesar da expectativa de uma boa safra em 2018, o resultado deve ficar abaixo dos volumes alcançados em 2017, quando o clima extremamente favorável e os elevados investimentos nas lavouras proporcionaram safra recorde ao País. Estima-se que a área plantada com a leguminosa deva alcançar 34,6 milhões de hectares, aumento de 1,8% em relação a 2017. Com a cotação do milho em baixa durante o ano de 2017, a produção de soja voltou a ser mais atrativa aos produtores na primeira safra, com retomada de parte da área destinada ao milho 1ª safra em 2017.

Tags: